Finalmente posso respirar, agora sou eu e eu... Abri meu coração e dei adeus a tudo que me faz mal. Não adianta dizer que nada no mundo pode mudar, pq muda. Não adianta dizer que será para sempre, pq quantas vezes ouvi isso? Abrirei meus olhos e deixarei a verdade dominar minha alma, sei que vou me decepcionar, mas depois tudo volta ao normal... Olhar você, olhar como você vive, me assusta... Baseado em status e nas mentiras que todos dizem sobre você, como consegue não ser você tantas horas por dia? E quando eu olho nos seus olhos eu vejo vazio, pq não tem ninguem aí, você é só um boneco programado para tentar fazer todos felizes... mas quando você age feito um estranho... eu só sinto falta de quem você realmente é e isso machuca. Você vive me dizendo que ninguem gostava de você antes, mas esqueceu que EU gosto de você apesar de toda essa coisa, antes de todas essas pessoas ... Mas eu sei que é tempo perdido pedir pra você voltar, pq aquele antigo 'você' foi embora para sempre. Finalmente eu posso só respirar e ser eu, pq eu não vou deixar que meu 'eu' vá embora, como você fez... Você realmente acredita em todas essas pessoas que dizem te amar? Elas não te conhecem, elas sequer sabem o que é amor...

1 comentários:

Sandro Honorato disse...

Gostei do texto*-*
Essa frase no final"Elas sequer sabem o que é amor" foi genial.
Tenho um novo poema,visita?
RIMAS DO PRETO

Beijos

Postar um comentário

Copyright 2009 Desconquistas em Série. All rights reserved.
Sponsored by: Website Templates | Premium Wordpress Themes | consumer products. Distributed by: blogger template.
Bloggerized by Miss Dothy