@ leeh diz: A brisa toca o meu rosto, esfria minhas lagrimas, aquelas que eu choro desde quando tiraram meu bem mais precioso, desde quando levaram uma parte de mim. Eu que sempre fui independente, agora me sinto tão carente, tão necessitada de ti. O tempo todo me martirizando, lembrando, sofrendo, gritando, sem você aqui. E essas feridas que vão cicatrizando aos poucos eu vou recortando pra de novo a dor sentir, é que doendo eu vou entendendo que o seu carinho eu ja não venho a possuir. Se outra pessoa me oferece o abraço são os teus braços que eu quero sentir. Num lindo sonho, correndo, caindo, sentindo você olhar pra mim, sorrindo, vivendo, felicidade morrendo aos meus olhos abrir. O despertar me traz de volta e a realidade bate na minha porta, corro para abrir, nas mãos segura tua foto que na estante eu coloco e sento para assistir, olhar me faz querer de novo sentir o teu gosto, acariciar o teu rosto e nos teus braços dormir.

5 comentários:

Carol disse...

Oie!
Obrigado por seguir...

To te seguindo tbm.. ;]
Beijos

Leal disse...

Gostei do textoo. Foi você que fez? Parabens.

Calvin disse...

Mas como diz o Leoni,o que mais dói é saber que as feridas vão cicatrizar e tudo vai passar e o sentimento acabar.

Calvin Watterson www.finalzindefesta.blogspot.com

Mariana Lopes disse...

tu é uma gênia KK esse texto ficou PERFEITO.

@leeh disse...

Leal: obrigada, foi sim ^^'
Calvin: é... o que mais dói é saber que tudo um dia tem um fim ^^
Mariana: Ouwn obrigada doida :P

Postar um comentário

Copyright 2009 Desconquistas em Série. All rights reserved.
Sponsored by: Website Templates | Premium Wordpress Themes | consumer products. Distributed by: blogger template.
Bloggerized by Miss Dothy